quarta-feira, 17 de agosto de 2011

AFRODITE MODERNA


Sabe-se que na mitologia grega os deuses eram movidos pelo ciúme, inveja, guerras e vinganças. Quando nos tratamos de Deus (do cristianismo) temos a imagem da pureza e do amor, mas quando nos tratamos dos deuses mitológicos estamos diante do lado mais sombrio do ser humano, longe do nossas facetas de pureza e amorosidade.
Afrodite tinha inveja de Psiquê, assim como a madrasta da Branca de Neve tinha de sua enteada. Ambas queriam aniquilar suas concorrentes. Quando criança, eu tinha uma visão romântica de Afrodite: A DEUSA DO AMOR. E é assim que ela é conhecida, adorada por seus súditos. Mas o amor envolve ciúme, inveja, rancor, vingança e não foi diferente na história desta Deusa. Por inveja de psiquê, Afrodite quis matá-la. Por ironia do destino, tudo que conseguiu foi fazer com que Eros, seu filho e deus do amor, se apaixonasse por ela. Vamos abordar isso em um outro texto, hoje vou desenvolver algo sobre Afrodite.
Quem são as Afrodites modernas ? Como se comporta Afrodite no mundo de hoje? Em Hollywood tivemos verdadeiras encarnações de Afrodite: Marilyn Monroe, Greta Garbo, Elizabeth Taylor e no Brasil temos a Vera Fischer e algumas outras que podem não estar me ocorrendo agora. Mas existem as Afrodites que fazem parte do nosso cotidiano ou até mesmo nós mesmas. São as mulheres super vaidosas, com a sexualidade bastante exacerbada, que gostam de seduzir. Este é um estado natural nelas, exalam sensualidade. Afrodite está na mídia, quer chamar atenção, estar em destaque. Normalmente seu magnetismo, seu charme, seu encanto atraem homens e mulheres.
O sexo para ela é de grande relevância, mas tem que ter um envolvimento, tem que ter um coração, não pode ser tão leviano. As mulheres Afrodites são ótimas amantes, mas acredito que não sejam tão boas esposas. Elas não gostam de criar raízes, gostam da aventura, gostam de estar apaixonadas e no casamento a paixão, em determinada época, dá lugar ao amor. Ela não suportariam a rotina de um casamento, o dia a dia, o cotidiano. Filhos? Não cabem na vida delas, eles acabam com o “glamour”. Seria até uma mãe amorosa, que conversaria com seu filho sobre sexo com a naturalidade de alguém que ensina as cores para uma criança de cinco anos. Seria aquela mãe que os amigos dos filhos ficariam ouriçados. Por hora, os filhos, podem gostar ou preferir que a mãe fosse menos “mulher”. Quanto às filhas mulheres vão ser tratadas como uma bonecas, cheia de acessórios, vestidos de última moda... ou vão competir com as mães e sua jovialidade.
Persongens que são verdadeiras encarnações de Afrodite: Samanta de Sex and City (seriado americano), Natalie de Insensato Coração (novela da globo), Gabrielle Solis de Desperate Housewives (seriado americano). Todas são super vaidosas e ótimas amantes, gostam do “glamour” e não encarnam muito bem o papel de mãe.
Quando são preteridas podem agir de forma bem passional, são vingativas e não deixam barato o mau feito. Adoram estar na mídia, gostam do destaque, de aparecer, de estar em evidência. Gostam muito de dinheiro por ser um meio para seus luxos e extravagâncias. Estão sempre preocupadas com corpo, aparência, sobre como estão sendo vista.
A chaga de Afrodite é social, ela não é bem vista principalmente pelas mulheres casadas, as igrejas ou tudo que representa o tradicionalismo. O machismo social faz com que esta deusa não seja bem aceita. Ela desperta os desejos masculinos, representa a quebra da família e suas tradições. Na verdade nós mulheres deveríamos assumir ou aprender a libertar nossa porção Afrodite, faz bem para a pele, para o corpo, para mente, para o coração e para os casamentos...

sexta-feira, 15 de julho de 2011

4º ENCONTRO POR DENTRO DO SER



CLOSER - PERTO DEMAIS

Um olhar psicanalítico sobre este filme que envolve um estranho prazer dentro de verdades sado masoquistas. Debate sobre os valores das relações, a verdade de cada um e onde se encontra o prazer de cada indivíduo como algo pessoal e bem relativo.
Anna é uma fotógrafa bem sucedida que conhece e seduz Dan Woolf, um jornalista sem sucesso tentando lançar um livro. Os dois acabam tendo um rápido envolvimento. A seguir, Anna conhece Larry Gray de uma forma um tanto inusitada, e, mais tarde, se casa com ele. Dan mantém um caso com Anna mesmo depois de seu casamento e usa a misteriosa Alice, uma stripper, como sua musa inspiradora, sem saber que Alice carrega diversos segredos ainda não revelados.”

ASSISTAM O FILME ANTES DO DEBATE
DIA 30/07/2011, SÁBADO, 17:00HS
LOCAL: 705 SUL, ED. SANTA CRUZ SALA 429
VAGAS LIMITADAS. CONFIRMEM PRESENÇA COM:
LEILA 8475-3226 JAQUELINE 8114-8072
INVESTIMENTO: R$ 10,00.
VISITEM NOSSO BLOG: http://pordentrodoser.blogspot.com